30 Aug

Biomassa – Descubra tudo o que você precisa saber sobre a solução energética

O que é biomassa?

Quando falamos em biomassa, estamos falando de toda matéria orgânica, de origem vegetal ou animal, utilizada com a finalidade de se produzir energia.

Podemos ter como exemplo desses materiais o cavaco de Eucalipto, casca de arroz, caroço de açaí, serragem, bagaço de cana de açúcar, entre outros.

Segundo o Anuário Estatístico de Energia Elétrica (2020), cerca de 10% da energia elétrica gerada no Brasil provém da biomassa.

 

Como se obtém energia através da biomassa?

De forma simplificada, a renovação da biomassa ocorre através do ciclo do carbono. Ao queimar a biomassa escolhida, será liberado grande quantidade de energia, CO2 e H2O. Então, as plantas, por meio da fotossíntese, irão fixar o carbono do CO2 em moléculas solidas (celulose, hemi-celusose, lignina, amido, sacarose) e liquidas (açúcares simples e resinas), as quais formam a matéria vegetal que pode ser queimada novamente, renovando assim o ciclo de carbono.

Mas as rotas de conversão da biomassa são diversas, o que explica a enorme variedade de biocombustíveis (como etanol, metanol e biogás) que é possível obter a partir destes processos.

Atualmente, os principais processos para obtenção de energia através dessa matéria são:

Combustão direta: transformação da energia química existente nas fontes em calor. O processo é realizado em caldeiras ou fornos e os combustíveis obtidos apresentam um certo nível de umidade (29% ou mais) e baixa densidade. O calor obtido a partir da combustão direta pode ser utilizado pelas indústrias para produção de vapor e gases, que por sua vez podem ser utilizados em processos industriais ou em turbogeradores, que gerarão eletricidade.

Gaseificação: as fontes sólidas são convertidas em fontes gasosas através de reações termoquímicas, envolvendo vapor quente e ar ou oxigênio. O combustível aqui gerado é mais versátil e a partir do mesmo processo é possível a produção de gás sintético.

Pirólise ou carbonização: decomposição que ocorre pela ação de altas temperaturas em ambiente em que exista a “quase ausência de ar”. É o processo mais antigo de conversão de biomassa em outro combustível (por exemplo, carvão vegetal, respectivamente). Seu resultado abriga uma densidade energética duas vezes maior que o material de origem. A técnica também produz materiais bastante usados por indústrias, como o alcatrão, gás combustível e pirolenhoso.

Transesterificação: técnica química que transforma a biomassa de óleos vegetais a partir da reação entre dois álcoois e uma base. A partir desse meio se obtém glicerina e o biodiesel.

Fermentação: executado por micro-organismos(leveduras) na “ausência de O2” que irão converter os açúcares de fontes de biomassa, como cana, milho e a beterraba. É a partir desse meio que temos o etanol, metanol, álcoois, ácidos e aldeídos.

Após conhecer um pouco mais os processos, é possível elencar os principais produtos derivados da biomassa: energia térmica e elétrica, biogás, etanol, biodiesel e carvão

Atualmente, a Ecogen já atua na produção de energia térmica e elétrica por meio da biomassa.

 

Biomassa e meio ambiente

Essa solução é considerada uma fonte de energia renovável e é utilizada, na maioria das vezes, para substituir o uso de combustíveis fósseis, como o petróleo, já que emite uma quantidade inferior de gases poluentes.

O Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) estabelece, hoje, limites de emissão de poluentes proveniente dos processos de combustão da biomassa, tornando possível, assim, regular e abaixar os impactos ambientais, diferente dos combustíveis fósseis, que geram um impacto nocivo e irreversível para o meio ambiente.

 

Biomassa em uso

Diversas indústrias necessitam de energia térmica e, para suprir tal necessidade, foi criado o sistema de cogeração: onde a partir de um único combustível é possível produzir, simultaneamente, energia elétrica e térmica.

É a partir de processos como esse que se geram utilidades como vapor e a energia elétrica como conhecemos.

O uso da biomassa por usinas termelétricas (usina de cogeração) é também outro exemplo. A partir das técnicas de conversão, as usinas podem gerar energia também para áreas não contempladas por redes elétricas de abastecimento, como àquelas mais afastadas dos grandes centros econômicos.

Para indústrias e negócios que visam contribuir para o meio ambiente e reduzir o uso de combustíveis fósseis, a biomassa pode ser, então, uma opção.

Para saber mais sobre as vantagens da Biomassa para seu negócio, não deixe de conferir o vídeo de um de nossos especialistas.

Newsletter

Leave your email
and stay tuned

By subscribing to the newsletter, I declare that I have read and agree with Ecogen's Privacy Policy